sexta-feira, 13 de agosto de 2010

A Maior Flor do Mundo | José Saramago

Como as 'pequenas coisas' podem se agrandar,
Como as ‘grandes coisas’ podem se apequenar...
Pena, por vezes, termos visão tão nublada...
Pena sermos engano de pensamentos e ações...
Pena sofrer os olhos dessa imaginação invertida, que pouco cria, e quase sempre copia...
Pena escapar o sentimento da imaginação...


2 comentários:

Sara_Evil disse...

assonbra me, su cariño!

Paulo disse...

Deixo as palavras de Eugenio de Andrade, um dos maiores poetas portugueses do séc.XX:

"Diz homem, diz criança, diz estrela.
Repete as sílabas
onde a luz é feliz e se demora.

Volta a dizer: homem, mulher, criança.
Onde a beleza é mais nova."
.....
Não conhecia o clip, fantástico de beleza e simplicidade. Obrigado também por nos ter dado a oportunidade de ouvir a voz de Saramago.