sábado, 30 de agosto de 2008

'Prosema' Verde

Aviso sem seta,
Rio sem freio,
Cachoeira entremeio;
Montanha caída no vale,
Folha dançante na brisa,
Queda outonal,
Ventania turbilhão;
Broto de primavera,
Lodo caminhante,
Plantas eras alpinistas,
Decidas;
Pedregulhos dissolvidos;
Mergulhos rasos,
Profundezas,
Águas vivas;
Mãos e terra inquietos,
Tremuras;
Pensamento de lembrança incompleta,
Desejo mente e coração,
Sentimento invenção;
Olhos densos, de faíscas perguntas e respostas inexatas,
Água misturada com terra carne;
Corpo pensamento,
‘Sonhação’;
Flor que espera verde o beija-flor;
Doce figo no estalar dos dentes;
Aonde vai dar?
Na vida prenúncio verde cor?

Um comentário:

Bernardo disse...

isshhhh mais um pra colocar no biombo da i!... bjos