quarta-feira, 9 de setembro de 2009

'Reencontro'

Poucos são os lugares a que retornamos, senão àqueles bem nossos, quase estados de alma, contra e a favor dos quais não sabemos dizer, só mesmo sentir. E, sem dúvida, não retornamos a nenhum lugar, mas sim a um estado de espírito curioso de novas visões mesmo que com vestes repetidas. Voltamos para o reencontro do aconchego, da nossa própria casa estampada nas outras. Voltamos para o olhar de consentimento e desaprovação cúmplice e solidária. Voltamos para rever o que nem tínhamos visto e saber do reencontro, sem nem mesmo ter encontrado antes. Foi assim essa nossa ida ao Rio. Eu e Vivi de novo na rodoviária, com alguns tropeços pelo tempo das partidas e chegadas repetido e novo, até retomarmos a conversa pelo caminho. Tudo seguiu cheio de movimento; na Lapa, na quadra da Mangueira, até na entrada do Castelão, que ficou só na concentração, e na praia. Agora um movimento foi, não diria inusitado, mais quase raro; o cuidado dos anfitriões. Gabriela sempre bem disposta, sorridente e companheira. Gláucia e Gilmar, espontâneos e acolhedores, na fala, no preparo das comidas, nas conversas vastas em torno da mesa da cozinha. Vitória que viu seu quarto multiplicado de gente e coisas espalhadas pelo chão, sem a menor expressão de irritação. Rhany, a visita constante e carinhosa. E todas as outras pessoas que passaram pela casa ou pela rua para nos ver ou nos rever, como Vânia, e a sensação permanente de ser de lá por aqueles dias, parte daquele lugar, no retorno sem nunca ter estado, como aquela história da ‘saudade daquilo que nunca se viveu’, e do ‘amor ferida que dói e não se sente’...desse sentimento que a gente tem daquilo que parece que já vivemos um dia assim que encontramos ‘em algum lugar do passado’, mas presente, supreendentemente vivo.

5 comentários:

Rhany Torres disse...

Amo vcs meninas ... Amizade para mim é uma das coisas mais importantes .... Saudades demais!!!

Viviane disse...

Humm...sem magoas!!!rsrs
São muitas tantos passeios juntas que quando vc não está...é como se estivesse lá!rsrs
bj

Gláucia disse...

Obrigada pelo carinho. Espero não demorar a revê-las.Beijos!!!

Gabriela disse...

Adoreiiii
Vcs são sempre bem vindas lá em casa!!!
Bjsss

Vania disse...

Existem pessoas que simplesmente fazem parte da nossa vida e pronto... Não existe dúvidas, elas simplesmente apareceram para ficar e com a sensação de que sempre estiveram la... Como diz a Keila rs
Obrigada por td meninas lindass
Bjuxxxx