domingo, 18 de janeiro de 2009

Tem

Tem um diz que me diz que não diz
Tem um jeito sem jeito que me atiça
Tem uma bruma no olho que não condiz
E um brilho que diz e rediz e desdiz
Tem alguém que aparece assim
Nem tão de repente
Nem tão imponente
Mas premente
Não mente
Só desentende
Mas acende
O meu coração inocente, reticente, demente e indulgente...

2 comentários:

Flávia disse...

então... eu estou à espera de um "alguém" assim...

Cesar disse...

Tem uma " ela " assim ?

bom te ler e obrigado pela visita